5 coisas que seu cão pode “prever”

Seu cão é tão sensitivo que pode “prever” muitas coisas antes de acontecer, mas não se trata de um poder sobrenatural, é como se os seus 5 sentidos fossem super aguçados.  Se você já acha os cães maravilhosos com seu amor incondicional e alegria, conheça mais alguns motivos para achá-los ainda mais especiais, confira 5 coisas que seu cão pode “prever”:

1. Desastres naturais


São várias histórias relatadas sobre cães que fogem de áreas antes de desastres naturais como terremotos, tsunamis, tornados acontecerem. Tutores de cães que presenciaram este fato relatam que os peludos ficam agitados, em pânico ou fogem para um terreno mais alto.

A possível explicação é que cães possuem seus sentidos tão apurados que conseguem identificar desde uma sutil vibração no solo, farejar cheiros no ambiente e ouvir trovões a uma enorme distância.

2. Um bebê a caminho


Cachorros também podem saber quando suas mamães estão grávidas por vários motivos, antes de mudanças físicas, como a barriguinha crescendo, os cães sentem a diferença dos hormônios da mulher. Cães ficam mais ansiosos antes do parto e há quem diga que eles já dão indícios sobre a gravidez mesmo antes da mamãe descobrir.

Leia também: Coisas que só donos de Labradores sabem

3. Você chegando


Segundo pesquisas da NC State University, cães ficam em alerta quando você está chegando em casa. Pode ser que os cachorros tenham aprendido o som do seu carro, mas como são criaturas que amam rotina, eles também sabem, mesmo sem saber as horas, o horário que você chega, de acordo com seus relógios biológicos.

4. Condição médica

Daisy, a Labrador de 8 anos selecionando amostras com câncer a partir do faro. Foto: Andrew Crowley

Talvez você saiba que cães já trabalham para diagnosticar doenças como diabetes, convulsões e até farejar câncer. Mas como eles fazem isso?

Basicamente, um corpo que funciona normalmente exala um cheiro, corpos com hipoglicemia, ou células cancerígenas tem cheiros diferentes e os cães também respondem a estes cheiros de forma diferente. Em caso de convulsões, o cão consegue enxergar micro-expressões que o rosto emite minutos antes da convulsão.

5. Pessoas mal intencionadas


Quando você vê em filmes um cão atacando ladrões e defendendo seus donos pode ser que essas cenas tenham um pouco de verdade.

A possível explicação científica para um cão ficar mais agitado ou agressivo perto de algumas pessoas é que ele usa o faro ao se aproximar de pessoas, quando pessoas estão mal intencionadas, há mudanças químicas em seus ferormônios, ou quando pessoas agem agressivamente, a química cerebral muda e o cão consegue farejar estas mudanças, fazendo com que ele reaja a uma potencial ameaça antes mesmo que seus humanos a percebam.

E você, já passou por uma experiência em que seu cão parecia “prever” algo? Conte para gente 😉

Fontes: iheartdogs.com,
www.telegraph.co.uk

Comentários do Facebook

1 Comentário

  1. jose carvalho diz:

    É sempre bom saber algo mais sobre o nosso amigo (DUKE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *