Diário de tratamento dermatite – Parte #1

Hoje vou iniciar uma série de artigos com o diário do tratamento de dermatite da minha Labrador.

Lembrando que hoje, minha Labrador está com 4 anos e 3 meses. Ela passou a desenvolver a alergia com 2 anos, os sintomas característicos da dermatite você pode ser neste artigo aqui.

Após várias e tentativas de alimentação e medicamentos, descobri em minha cidade uma médica veterinária especialista em dermatologia – não sabia que existia essa especialidade. Minha Labrador estava em crise alérgica, a orelha dela estava muito machucada e com uma secreção escura, como borra de café. Após mais de 2 horas de consulta muito esclarecedora, a veterinária indicou o tratamento.

Lembrando que cada caso de dermatite é único. Ainda não sabemos a causa (ou as causas) da dermatite do meu cão, então busque um tratamento específico para o seu cãozinho 🙂

Orelhas

Como a orelha da minha Labrador estava muito machucada, ela precisou tomar antialérgicos por 7 dias, para que assim pudéssemos aplicar os medicamentos tópicos na orelha. Os medicamentos na orelha machucada iriam arder e piorar a coceira. Após 7 dias de antialérgico, a orelha ficou muito boa e os pelos entre os dedos voltaram a crescer! Veja o antes e depois.

blog-dermatite-alergia-orelha-labrador
blog-dermatite-alergia-orelha-labrador-depois

Hoje estamos no segundo dia do tratamento da orelha, estou aplicando uma loção de limpeza (Dermogen Oto) e o tratamento (Easotic). O tratamento durará 10 dias. Porém o provável é que a limpeza terá de ser feita para sempre, pois, segundo a veterinária, o Labrador, por ser um cão de água, produz muita cera naturalmente, essa cera, se fica acumulada, colabora para a proliferação de uma bactéria que piora o quadro da coceira.

blog-diario-tratamento-dermatite-remedios-orelha-labrador

Produtos para limpeza e tratamento da orelha

Alimentação

As coceiras nas patas, orelha, ânus e virilha indicam que a alergia seja alimentar. Para que possamos ter a certeza, iniciaremos um teste com a ração hipoalergênica. A veterinária me sugeriu duas marcas (Equilíbrio e Royal Canin) que eu poderia escolher, mas a minha escolha foi pelo preço mesmo rs, então escolhi a Equilíbrio (possui a versão de 7,5 kg – paguei R$199,90). Por 60 dias (fora o período de adaptação) ofereceremos somente a ração, nada além. Será um período de triagem e bem difícil para um Labrador que ama petiscos 😬.

Ela vai iniciar a adaptação da ração hipoalergênica amanhã, por isso ainda não tenho os resultados.

Ambiente

Por ser um cão alérgico, minha Labrador não possui as barreiras naturais na pele para proteger dos agentes externos 🙁
Por isso, teremos de iniciar uma guerra contra os ácaros! Os piores inimigos dos alérgicos. Joguei, no mesmo dia da consulta, o tapete felpudo aqui de casa, mas como ela escorrega muito com o piso, terei de comprar outro, provavelmente de sisal antialérgico.
A veterinária sugeriu capas antiácaro no sofá e onde mais o cão ficar. Aspirar sempre a casa para evitar o acúmulo de pó.

Corpo

Minha Labrador não possui coceiras pelo corpo, mas mesmo assim, a veterinária indicou um shampoo manipulado para ela.
Para as patas que coçam muito, lencinhos umedecido também manipulado. Para limpar as patas após os passeios.

É isso! Logo mais, voltaremos com as atualizações. Desejem-nos sorte 😊 E quem tiver dúvidas, é só mandar pelos comentários 👇



Quer ganhar 15% DE DESCONTO na sua primeira compra na Pet Love? Digite o código @CRIANDOLAB no final da sua compra e garanta seu desconto 💵! Acesse www.petlove.com.br 🤩
Comentários do Facebook

1 Comentário

  1. Lucicleide Maria Torres Lima diz:

    Minha labradora ta com coceiras e tem aparecido feridinhas pelo corpo com falhas no pelo. Tô muito preocupada. Ah! Tem um cheiro forte que exala da pele dela. Me ajudem por favor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *